quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Papai Noel vs. Jack Bauer

Enquanto todo mundo espera a chegada do bom velinho, Jack Bauer não quer saber de conversa. Afinal de conta, um barbudo com um monte de pacotes escondidos só pode ser um terrorista.


Feliz feriadão pra todos!

domingo, 20 de dezembro de 2009

Homenagem à Dan O'Bannon


Na última semana, morreu o roteirista e diretor Dan O`Bannon. Aos 63 anos, deixou um legado para o cinema de ficção científica e de terror. Primeiro, colaborou com os efeitos visuais de Star Wars. Em 1979, foi um dos roteiristas do clássico Alien - O Oitavo Passageiro. Durante os anos 80, colaborou com os roteiros de Os Mortos-Vivos, Trovão Azul, Força Sinistra e Invasores de Marte. O'Bannon também foi o responsável por dar um gás novo para o cinema de Zumbis com o filme A Volta dos Mortos-Vivos de 1985. Resta a nossa Homenagem ao mestre:

o Retorno dos Mortos-Vivos:



Cena Clássica de Alien:

sábado, 19 de dezembro de 2009

Ligações Perigosas

O que "Ninguém segura este bebê", um clássico dos anos 90 da Sessão da Tarde, um filme bobinho e infantilóide, tem a ver com um dos filmes mais toscos e sensacionais apresentados pelo saudoso Cine Trash: "Fome Animal", de Peter Jackson? Não sabe? Então confere aí embaixo e diz se eles não são, no mínimo, primos distantes...





São ou não são duas pestes iguaizinhas? A diferença é que o cara do "Fome Animal" conseguiu pegar de porrada o filho de Demo e os três "bandidos" do "Ninguém segura este bebê" deram azar. Que pena!

Um pouco de cultura inútil

Eu fico me perguntando: quem será que bola essas pesquisas "nada a ver"? Será que eles ganham bem? Penso em tanta besteira que acho que vou tentar seguir na carreira. Saca só o que rola por aí:

1º. Mulheres místicas praticam mais sexo
As mulheres mais espiritualizadas, confirmaram em uma pesquisa da Universidade de Kentucky, que têm mais relações sexuais e mais parceiros do que as mulheres consideradas comuns. Segundo os professores que analisaram 353 mulheres, este fato esta ligado a espiritualidade que conecta mais as pessoas às outras.

2º. Não existe homem que não tenha assistido a filme pornô
Pesquisadores da universidade de Montreal, no Canadá, decidiram investigar quais são as diferenças na visão de um homem que nunca viu um filme pornô para aqueles que costumam ver. O problema foi que nenhum pesquisador conseguiu achar um homem para tal feito.

3º. Mulheres devem mostrar 40% do corpo para atrair homens
Pesquisadores da Universidade de Leeds, na Inglaterra, descobriram que deixar 40% do corpo feminino à mostra é a melhor tática para atrair a atenção dos homens.
Os cientistas observaram mulheres em um clube noturno da cidade de Leeds utilizando gravadores de voz para registrarem o que as mulheres usavam e o número de vezes que elas eram abordadas por homens para dançar.
Para o estudo, as pesquisadoras consideraram que cada braço contava com 10% do corpo, cada perna 15% e o torso equivalia a 50%. As mulheres que deixavam à mostra aproximadamente 40% do corpo atraíram o dobro da atenção masculina quando comparadas com aquelas que usavam roupas mais fechadas.

4º. Público tem medo de torcidas organizadas
A consultoria TNS Sport Brasil revelou que mais de 60% dos entrevistados voltariam a assistir aos jogos nos estádios de futebol caso as torcidas organizadas fossem proibidas no Brasil.
A pesquisa foi feita em todo o país, incluindo o Distrito Federal e os entrevistados tiveram que responder a seguinte pergunta: “Se as torcidas organizadas fossem banidas, o senhor iria assistir aos jogos no estádio?”. 61,7% das pessoas responderam que sim.

5º. A fórmula para estacionar perfeitamente


Cientistas ingleses elaboraram a fórmula mágica para estacionar um carro. Eles levaram em consideração as medidas do carro e o espaço físico do estacionamento, podendo assim prever se o automóvel cabe na vaga ou não.
Agora nenhuma mulher pode reclamar para estacionar, se bem que a fórmula parece ser bem mais complicada.

6º. Previna-se da solidão

Se você tem um amigo solitário, sabia que suas chances de desenvolver sentimentos de solidão são de 52%, segundo uma pesquisa das universidades de Harvard, Chicago e Califórnia.
O fundamento para esta afirmação é que pessoas solitárias não interagem o suficiente com os amigos fazendo com que eles se sintam mais sozinhos gerando um efeito dominó.

7º. Bege é a cor do universo

Os cientistas Karl Glazebrook e Ivan Baldry, da Universidade John Hopkins, em Baltimore, analisaram a emissão de luz de 200 mil galáxias e afirmam que se batessemos todos os corpos do universo em um liquidificador, a cor resultando seria bege.

8º. Muita higiene prejudica a saúde
Crianças que convivem em ambientes superlimpos, produzem mais proteínas CRP, que em casos de infecções ou feridas aumentam a concentração desta proteína no sangue e faz com que o corpo sofra mais enfermidades na idade adulta. A pesquisa foi divulgada pela Northwestern University de Chicago

9º. Dormir pouco aumenta chances de desenvolver Alzheimer
David Holtzman, pesquisador da Universidade de Washington concluiu que quando você dorme pouco, o seu cérebro produz placas tóxicas que favorecem ao desenvolvimento do mal de Alzheimer, aquela doença do…do…esquecimento.

10º. Pessoas que amam sentem menos dor
Um estudo realizado com 25 mulheres pela Universidade da Califórnia, em Los Angeles, revelou que ao segurar a mão dos seus respectivos namorados a dor que estavam sendo expostas no antebraço, diminuia. O mesmo aconteceu quando as mesmas olhavam a foto dos namorados.

Fontes: O Globo, Superinteressante, hypescience, Último Segundo e Telegraph

Efeitos da "marvada"


Depois de uma noite de bebedeira, a neozelandesa Cherelle Dudfield, de 18 anos, decidiu fazer uma aposta com os amigos e mostrar os seios para os motoristas que passavam por uma movimentada rua de Wellington, na Nova Zelândia.
Na brincadeira, a jovem acabou sendo atropelada por um dos veículos, de acordo com reportagem do jornal The Southland Times. Apesar do susto, ela não teve ferimentos graves. Levada a um hospital, Cherelle foi multada por desordem pública.
Depois do acidente, ela disse que "aprendeu a lição" e que não vai mais "ficar bêbada e fazer idiotices". (G1)

E o motora? Devia estar numa seca tão grande que se desesperou. Resultado: além de ficar na mão (literalmente) ainda vai morrer numa grana pra consertar o carro. Coitado.

domingo, 13 de dezembro de 2009

Radar Trash Recomenda: Noite de Arrepios


Quem tem mais de 25 anos de idade, certamente já viu ou ouviu falar desta pérola do terror da década de 1980, quando idéias originais ainda permaneciam em Hollywood. Um filme de um tempo em que a Globo não era tão careta e, veja só, ainda passava filmes de terror B em Tela Quente. E foi justamente nas sessões de segunda-feira à noite que passou pela primeira vez no Brasil o filme: Noite de Arrepios (Night of the Creeps, EUA, 1986), do subestimado Fred Dekker.

Este diretor também foi responsável por outra pérola, chamada The Monster Squad, ou Deu A Louca nos Monstros (você conhece né não?), além do roteiro de HOUSE - A CASA DO ESPANTO e terminou dirigindo o horroroso ROBOCOP 3, em 1993. Mas, pra mim, esse é o que guardo melhores lembranças da minha infância perdida, em meio a filmes de terror B.




O filme começa de maneira extremamente original, com um diálogo alienígena, quando dois ets tentam capturar um terceiro malvado (!), com um recipiente estranho. Só que esse recipiente acaba saindo da nave e vindo para a Terra. Aqui, em outra cena propositadamente clichê e uma homenagem aos filmes clássicos da década de 50, um casal namora em um local deserto, olhando para as estrelas, e vê o meteoro caindo. O cara, lógico resolve ir atrás da coisa e deixa a namorada sozinha no carro. Neste momento, ela é atacada por um maníaco com um machado. Fim do Prólogo.

Três décadas depois, dois amigos nerds que acabaram de entrar na faculdade, resolvem fazer alguma coisa para entrar na Fraternidade dos fodões. A merda acontece quando eles invadem o laboratório ultra-secreto (!) e acabam libertando um zumbi (o cara do meteoro de décadas atrás). Aí, lascou-se. O dito cujo liberta, do próprio corpo (!!), centenas de sanguessugas que se alojam nos cérebros dos incautos, entrando pela boca (!!!). A pequena cidade americana onde o filme se passa vira um Deus nos acuda com a invasão zumbi e alienígena.


O filme é divertidíssimo e tem muitos clichês bacanas de filmes B, como nerds heróis e policiais de capa e humor sarcástico. O filme tem cenas muito legais, como o cachorro zumbi invadindo o ônibus dos atletas, a cena com J.C., um dos nerds que é paraplégico no banheiro e a participação do detetive Cameron, autor de frases antológicas, como - "Tenho uma boa e uma má notícia para vocês. A boa é que seus namorados chegaram". "A má é que eles estão todos mortos!". Outra coisa legal é que todos os personagens têm sobrenomes de diretores famosos do gênero de terror como Romero (George Romero), Carpenter (John) e Cronenberg (David.

Bem, Como o filme deixou de passar na TV aberta por causa da caretice dos programadores e nem foi lançado em DVD no Brasil, a única maneira de assisti-lo é baixando da Internet, em site de torrents e blogs. Mas, com certeza, vale a espera pelo Download...

Cotação: Muito Bom


Trailer do filme:

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Os treplicantes do Aton

Em alguns momentos, sou totalmente contra a liberdade de expressão. Eis aqui um exemplo:


Eu particularmente gostei do trecho "os treplicantes são aquelas crianças que vão defender o futuro aton". Seria uma sinopse da continuação de Blade Runner?

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Trash Queen

Na minha opinião, um dos clipes mais trash de todos os tempos: Os integrantes do Queen, travestidos para interpretar "I Want to Break Free". Duvido que Paul Rodgers tenha coragem de fazer um clipe assim.

sábado, 28 de novembro de 2009

A volta dos que não foram

Não dá pra deixar passar essa. Na última terça-feira, mataram o poeta e colunista do Por Aí, Ronaldo Franco. Mas, como um clássico zumbi dos filmes de terror (nesse caso, com altas doses de humor negro), Ronaldo retornou à vida. Só com uma pequena diferença: ele não está interessado em devorar cérebros ou outras partes do corpo. Não. Ele quer apenas continuar nos brindando com seu bom humor, sagacidade e textos deliciosamente humanos.
Apesar de este ser um caso típico para discussões sobre a importância de checar a notícia, daqueles que vêm prontos para serem debatidos em sala de aula, não quero tratar de jornalismo aqui. Muita gente já vai fazer isso, tenho certeza. Se o Ronaldo me permite, depois do susto sempre chega a hora de fazer graça. E, para isso, nada melhor do que relembrar alguns casos famosos de “mortos” que, ao invés de choro, nos fazem rir até não poder mais.
Quem não se lembra do episódio “O caso do morto que morreu”, do Chapolin Colorado? A luta dele com o defunto, que, no fim, não era tão defunto assim, é fora de série: “Não adianta fingir, não. Vamos, reaja, anda, reaja”. É, parece que a polícia teve a mesma astúcia demonstrada pelo Vermelhinho e não contava que Ronaldo segue o mesmo lema do herói mexicano: “É preferível morrer do que perder a vida”. Esse poeta só morre se for de amor, hehehe.
Quer mais um exemplo tão absurdo quanto a “morte” do Ronaldo? O que é, então, “Um morto muito louco”? Já viram esse, né? Totalmente Sessão da Tarde. Só que neste filme é o contrário: um bando de idiotas que não percebe que um cara já passou para o outro lado, criando situações incrivelmente engraçadas. As toscas camuflagens são o que há de melhor nesta comédia dos anos 80. Ah, se tivesse Twitter naquela época... Todos saberiam da verdade em sete minutos.
É indispensável lembrar também a saga “A volta dos mortos-vivos” e as paródias do gênero, como “Todo mundo quase morto”. Mesmo com sangue e tripas para todos os lados, o toque de humor dá um surrealismo a essas produções, que torna a morte aceitável e até fascinante. Cara, só de recordar esses clássicos dá vontade de fazer um filme dessa história do Ronaldo. O título? Que tal “Poesias do além” ou algo do tipo? Só que o nosso poetinha vai ter que mudar um pouco o estilo, quem sabe incorporar um Baudelaire ou um Byron, pra ficar mais próximo do tema em questão.





sexta-feira, 27 de novembro de 2009

A maldição do videogame

Existem filmes mais ou menos, filmes ruins, filmes "mas que merda é essa?"...e lá embaixo, na subescala do cinema, existem as adaptações dos videogames para o cinema. Um dos seus mais recentes representantes é "King of Fighters".



Nascido na época em que jogos de luta eram o Counter Strike de hoje, King of Figthers reunia em um único jogo todos os lutadores de vários games. E ainda era possível formar "times", escolhendo três lutadores. Depois de Mortal Kombat (onde pelo menos os atores no cinema pareciam com os personagens), KOF foi o mais próximo de um concorrente que a série Street Figther teve.

A única coisa que talvez faça algum sentido nesse filme é Ray Park. Mais conhecido por seu trabalho como coreógrafo de cenas de luta (ou por sua atuação em "Star Wars Episode I" e "X-Men"), é natural que ele esteja num filme desse tipo. O resto...

E a maldição dos jogos de videogame no cinema continua.

sábado, 21 de novembro de 2009

Tarantino + Mario Bros = Pulp Mario

Todo jogo do Mario é a mesma coisa. Pulinhos nas cabeças dos inimigos são suficientes pra acabar com eles. Mas Koopa não aprende e sempre sequestra a Princesa Cogumelo.

É hora de medidas mais drásticas. Uma atitude mais Tarantino...

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Concurso de Blogueiros Paraenses

Pessoal, como vocês sabem, o Radar Trash também está concorrendo ao concurso dos blogueiros paraenses. Votem em nós e ganhe uma jujuba.

o endereço é: http://blogueirosparaenses.com/cotidiano/radar-trash-o-canal-trash-da-internet/

domingo, 15 de novembro de 2009

Clássico Trash

Whitesnake e seu metal farofa a serviço do amor. Por que metaleiros também amam...

Whitesnake - Is This Love


segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Radar Trash Recomenda: O Nevoeiro (The Mist, 2007)


Frank Darabont tem crédito por ter feito Um Sonho de Liberdade (The Shawshank Redemption, 1994), um dos melhores filmes dos anos 90. Então, foi com muita expectativa que soube de mais uma adaptação de uma obra de Stephen King feita pelo diretor. Aliás, Darabont é um dos grandes diretores que conseguiram fazer bons filmes a partir de obras de King, como Stanley Kubrick, Brian DePalma, David Cronenberg, John Carpenter, George Romero e Bryan Singer. Esta é a quarta adaptação feita por Darabont, além de The Woman in the Room (1983) e À Espera de Um Milagre (The Green Mile, 1999).

E chegamos ao Nevoeiro e todas as expectativas boas se confirmaram. Um filme forte, corajoso e angustiante. A história: Grupo de habitantes de uma cidadezinha americana fica preso em um supermercado após uma neblina tomar conta da cidade, onde estranhas criaturas se escondem.

Desde os primeiros contatos com os monstros, a situação se torna desesperadora. Os moradores não têm para onde ir e a convivência se torna insuportável. Nesse momento, o pior do ser humano aparece. Egoísmo, Fanatismo religioso, Mentiras. Darabont mostra que, talvez os verdadeiros monstros não estejam lá fora e sim, lá dentro. O roteiro, do próprio diretor, baseado no conto de King, não poupa ninguém. E nada é muito explicado, apenas sugerido, como a responsabilidade militar pelo problema.

Com cenas chocantes e interpretações excelentes, o filme é um dos melhores exemplares de terror dos últimos anos. Desde o sempre canastrão Thomas Jane, que faz um pai disposto a tudo para salvar o filho, até a oscarizada Marcia Gay Harden, como uma fanática religiosa, todos estão muito bem, com destaque para Toby Jones e Andre Braugher.

Frank Darabont foi corajoso o bastante para criar um dos finais mais terríveis até mesmo para um filme de terror. Sério. A sensação de nó na garganta é insuportável com o desfecho que, com certeza, desagradou alguns, mas para mim, foi brilhante, dentro da proposta do filme.

Avaliação: Excelente.

Pontos Fortes: Elenco, clima de claustrofobia e angústia, provocados pelo roteiro e direção de fotografia, o terrível final.

Pontos Fracos: para mim, nenhum.

Trailer do filme:

domingo, 1 de novembro de 2009

O dia-a-dia de Darth Vader


Quando não está construindo estrelas da morte, nem regendo orquestras, para que servem os midclorians de Anakin Skywalker, vulgo Darth Vader?

"Duvido que o C3PO tenha esse tipo de problema..."

O Fotógrafo Esteban Diacono resolveu usar a "força": criou uma pequeno ensaio fotográfico sobre o assunto e postou no Flickr.

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Zona Youtúbica

Senhoras e Senhores, com vocês, o maestro... Darth Vader?


Giallo - Reféns do medo

Um suspense sem suspense. Assim está sendo considerado pela maioria dos críticos o filme mais recente de Dario Argento, “Giallo – Reféns do medo”, que assisti nessa semana (o lançamento foi direto para DVD). Essa afirmação pode ser entendida de duas formas. Primeiro, que se trata de um filme sem mistérios narrativos. E realmente o é, já que a identidade do assassino é desvendada logo no início. Segundo, que Argento erra a mão e entrega um filme sem atrativos. Quanto a isso, não se enganem, afinal, não é à toa que o cineasta está no rol dos grandes mestres do cinema de horror.
“Giallo” pode não ter a força e a qualidade de um “Suspiria”, “Prelúdio para matar” ou “O pássaro das plumas de cristal”, mas ainda assim não faz feio na filmografia do diretor, que abdicou, pela primeira vez na carreira, de ser o encarregado de escrever o roteiro de um filme seu. E, por ironia do destino, este é um dos pontos fracos da produção. A princípio, a falta de um elemento surpresa iria subverter as regras e contaria como algo positivo, pois o enredo trabalharia basicamente um aprofundamento psicológico dos personagens. Mas isso cai por terra, já que o elenco é totalmente inexpressivo. Todos, inclusive o oscarizado Adrien Brody, atuam no automático. Isso sem contar que ficam várias pontas soltas no caminho – porém, nada que prejudique o entendimento final, sendo apenas situações desnecessárias.
Assim, o que “Giallo” apresenta de melhor é justamente a perícia de Argento em criar o clima de suspense e os enquadramentos por ele utilizados nas cenas de tortura e de extrema violência, alternando entre a simples exposição com a sempre eficaz sugestão das mesmas. E ficamos assim, como voyeurs de um verdadeiro show de horrores, pois o que importa para Argento não são os crimes em si, mas os métodos do assassino, seus motivos fúteis e torpes. “Sou feio e vou deixar todo mundo feio para me satisfazer sexualmente”, deve ser mais ou menos isso o que o seu vilão pensava ao retalhar as belas modelos sequestradas e fotografá-las para, depois, em frente ao computador, chupar uma chupeta e se masturbar.
Apesar de ter boas sacadas como essa citada acima, fica, pelo menos para mim, uma frustração: “Giallo – Reféns do medo” não é um legítimo giallo, como prometeu Argento durante a fase de produção do longa. Como assim? Essa palavra cunha um subgênero do cinema de horror italiano dos anos 70, que tem em Argento um de seus principais representantes. O giallo sempre trazia um assassino em série, revelado somente no final do filme, com um detetive em sua cola. Durante a projeção, mortes chocantes e apenas as mãos do vilão em luvas pretas de couro. Era basicamente isso. Argento – ou os roteiristas, não sei – quis inventar, tentar se reformular. Às vezes, até dá certo. Mas acho que ficou para a próxima. Sem problemas, ele tem crédito. E até um filme mediano do cara dá de dez a zero em superproduções que invadem os cinemas todo ano.

Texto publicado no caderno Por Aí desta sexta, dia 30

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Alan Moore: leitura do capiroto

Duas funcionárias da biblioteca Jessamine County Public Library, da cidade de Nicholasville, em Kentucky, nos EUA, foram demitidas após se recusarem a deixar uma garota de 11 anos retirar um dos volumes da série de quadrinhos "A Liga Extraordinária", de Alan Moore e Kevin O'Neill. O livro estava na lista de reservas da menina, mas foi retirado pelas bibliotecárias. Elas consideraram o conteúdo pornográfico e inapropriado para a idade da garota.
Segundo os responsáveis pela biblioteca, não cabe às funcionárias avaliar ou fiscalizar o tipo de leitura dos usuários, sendo esta responsabilidade, no caso de menores de idade, dos pais. A dupla demitida foi à TV e disse que espera que a biblioteca reveja seus conceitos, pois o que interessa para elas não é o emprego, mas sim "a segurança das mentes infantis".
Sinceramente, isso tá com o maior jeitão de falso moralismo. Essas duas devem ter uma porrada de revistas de homens pelados embaixo da cama. E, cá pra nós, com tudo que se tem acesso hoje pela internet, alguém ainda precisaria ir a uma biblioteca para achar um material "mais pesado"? Se a garota ainda estivesse atrás de "Lost Girls"...



Se as moças da biblioteca souberem da metáfora de Moore para o furacão da Dorothy em "Lost Girls", vão distribuir exemplares de "A Liga Extraordinária" na missa de domingo.

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Radar Trash Recomenda: Dog Soldiers – Cães de Caça (Dog Soldiers, 2002)

Sabe aqueles filmes que aparentemente não dizem nada, mas que você se surpreende ao assistir? Dog Soldiers é um deles. Quando vi o filme, na Bandeirantes, parecia mais uma dessas porcarias feitas para enganar incautos apreciadores de filmes de terror baratos. Ledo engano. O filme do estreante Neil Marshall é muito bom, pois mistura bem o gênero de terror com filmes de guerras.

A história: seis soldados ingleses (valeu pela lembrança Paulo Nazareno)em treinamento vão parar em uma floresta infestada de lobisomens. O único refúgio é uma casa no meio da mata. É isso. Simples e direto. Marshall espertamente consegue juntar bem a questão militar com as criaturas da floresta. O legal é que não há efeitos especiais. Tudo é maquiagem, o que torna a experiência bem real e angustiante. O diretor também não economiza no sangue e nas tripas e ainda reserva uma surpresa bem legal para o final..O destaque, para mim, é o sargento vivido pelo ator Sean Pertwee, um bom ator que não é valorizado.

O filme foi o debut de Marshall que em seguida fez o também aterrorizante Abismo do Medo (The Descent, 2005), mas escorregou em Juízo Final (Doomsday, 2007).

Pontos Fortes: O clima de claustrofobia e de pânico frente ao ataque dos lobisomens; A maquiagem dos lobos, bem feita e sem efeitos especiais; o elenco desconhecido, mas eficiente; algumas cenas bem gore, não recomendadas para estômagos fracos; Uma revelação surpresa perto do final.


Pontos Fracos: A fotografia. Algumas cenas noturnas são muito escuras. Fica um pouco difícil enxergar algumas situações.

Nota: Muito Bom



segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Pegadinha com estilo

No último dia 21 de outubro, Milan e Real Madrid se enfrentaram pela fase de grupos da UEFA Champions League, um jogaço. Se você gosta de futebol (não precisa nem torcer pra alguma das equipes - mulher não entende isso), lógico que quer ver a partida e não ir ao teatro com a família e muito menos a trabalho. Pensando nisso, a Heineken, patrocinadora do evento, e o jornal italiano La Gazetta Dello Sport, criaram uma pegadinha para o desespero dos torcedores milaneses. Namoradas os intimaram para um concerto de música clássica no teatro e chefes “convidaram” seus fãs do Milan para essa apresentação. No meio do concerto, o telão do teatro começa a exibir frases como “Não é difícil dizer não ao chefe?”, “E para a namorada?”, “Como eles poderiam pensar em perder a grande partida?”. Logo após, vem “Are you still with us?”, assinatura da Heineken, o quarteto toca o hino da Champions League e o telão passa a exibir o jogo entre Milan e Real Madrid ao vivo. Para completar, o time italiano ganhou por 3 a 2.

sábado, 24 de outubro de 2009

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Mortos-vivos da Noruega

Não posso negar: a primeira reação que eu tive, quando eu li a matéria sobre o fim do A-ha, foi de chorar de rir. Sério: alguém, fora os noruegueses, ainda acompanhava a carreira do A-ha, ouvindo as músicas dos álbuns mais recentes?

Antes que os saudosistas comecem a atirar pedras: sim, eu também gosto dos hits do A-ha. Aliás, um dos videoclips mais divertidos já feitos, na minha opinião, é "Take On Me", pela mistura de história em quadrinhos, animação e vídeo.



Ah, claro...o fato de eu ser fã de HQs não tem nada a ver com isso. ;-)

A Batalha do Século

Já que o assunto do momento é Pedro e o chip... eis um embate antológico: atendente desaforado da Oi versus cliente ignorante do Rio de Janeiro:


Tudo bem, acho que todo mundo já teve seu dia de cão com esse tipo de profissional...mas nesse caso, não tem como não torcer por ele.

Dark Potter

Esse "fan trailer" que achei no YouTube capta muito bem o clima que todos esperam para o último filme da saga Harry Potter. Tomara que o diretor David Yates não queira investir em historinhas paralelas de novo, com romances e alívios cômicos. Tá na hora de muita ação e os ares pesados da morte pairando sob Hogwarts.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

E aí, vai encarar?

Para quem não sabe, o rei dos filmes de porrada - aqueles que batem ponto no Domingo Maior -, o norte-americano Steven Seagal, trabalha há vinte anos no escritório de polícia do Estado da Louisiana. Entre as funções do ator, que é especialista em lutas como caratê e aikido, estão: patrulhar a cidade, instruir novos oficiais no uso de armas de fogo e técnicas de combate corpo a corpo, além de colaborar com a força de elite policial SWAT.
Agora, o canal por assinatura A&E anuncia um reality show protagonizado pela fera (veja o vídeo promocional abaixo). O "Steven Seagal Lawman" vai mostrar o dia a dia de Seagal como agente da lei, centrando, claro, nas suas habilidades marciais. O ator quer aproveitar o programa também para divulgar o trabalho realizado na New Orleans pós-katrina. Não é que o briguento tem bom coração? O programa deve começar a passar no Brasil em dezembro.
Particularmente, gosto muito dos filmes de Steven Seagal, que são atualmente os melhores (até porque são os únicos) do gênero, já que não temos mais Charles Bronson e Chuck Norris - que ele não me ouça, por favor - não é mais o mesmo há tempos. Mas, é bom deixar claro, que acho isso em termos de ação apenas, já que os roteiros são dos mais improváveis e inverossímeis - mas dane-se, quem quer saber disso nessas produções? Hehehe ;)

Concurso Blogueiros Paraenses


O nosso blog Radar Trash está concorrendo no concurso de "Melhor Blog Paraense", do site Blogueiros Paraense, na categoria "Cotidiano". Se quiser dar uma força para "nóis", vote lá: www.blogueirosparaenses.com

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Brasil esportivo


Uma montagem que, na minha opinião, resume bem as "conquistas" recentes do Brasil:


Opinião republicada - e compartilhada - no blog do Juca Kfouri.




quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Clássico Trash

Aproveitando o retorno da melhor banda dos anos 90 (pelo menos para mim) e sua passagem pelo Brasil em Novembro, um clipe tosquíssimo, feito para um clássico do disco Angel Dust, de 1992.

Faith No More - Everything Ruined

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Um, dois, ele vai te pegar...

Caiu na internet o primeiro trailer do remake de "Hora do Pesadelo" e ele guarda muitas similaridades com o original. Algumas cenas são chupadas mesmo, mas isso, a princípio, não interfere na qualidade. O clima está bem sombrio e o humor negro (que caracterizou os pastiches que foram os últimos filmes da saga) deve ficar de fora. Jackie Earl Haley é um grande ator e será com certeza um bom substituto para Robert Englund. No finalzinho do trailer, aliás, aparece bem rápido o rosto de Krueger. E é muito estranho não vê-lo como de costume. Está um queimado mais realista, digamos. Acho que vai ser bom para o filme, pois desvincula um pouco de tudo que foi feito até aqui. Afinal, a ideia é essa, né? Confira abaixo:

domingo, 27 de setembro de 2009

Os piores dos piores


O site Rotten Tomatoes elegeu os piores filmes dos anos 2000. Só coisas selecionadas, do nível de Missão Babilônia, Cruzeiro das Loucas e o Som do Trovão. Eu vi a maioria dos filmes da lista e concordo plenamente. Confira.

http://www.rottentomatoes.com/guides/worst_of_the_worst/1/

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Go Ahead, Punk. Make My Day

Clint Eastwood é o fodão do cinema. Não têm pra ninguém. Impressionante como um cara que interpretou um pistoleiro sem nome na “Trilogia de dólares” de Sérgio Leone, possa chegar aos 80 anos como um dos diretores mais sensíveis de Hollywood. No meio do caminho, ele deixou filmes e personagens inesquecíveis. O Meu preferido é o durão inspetor Harry Callahan.

Personagem de “Blondie” em cinco filmes, o policial ficou marcado por sua Magnum 44 e sua rabugice, além da crueza como trata a bandidagem. Dirty Harry deixou uma série de frases marcantes, como a do título do post. Que traduzida, significa algo como: “Vá lá, pivete, faça a merda e eu acabo com você”. Entre outras frases famosas, estão: “Opinião é que nem rabo, cada um tem a sua”; “Tenente, você tem filhos. Não. Sorte sua”. É ou não para ter medo?

O que me leva a uma questão interessante. Já não se fazem mais personagens do cinema durões como antigamente. Se antes eles eram feiosos e destemidos, hoje são bonitinhos, malhados e limpos demais. De quem você teria mais medo: Charles Bronson com uma gaita ou Vin Diesel com uma metralhadora?. Quem sabe o que acontece a seguir, se cagaria de medo de Mr. Bronson assoprando a sua música...


Se ele tocar essa gaita... Fudeu Moçada!


É só comparar. Muito antes de Paul Walker pagar de fodão no volante em “Velosos e Furiosos”, Steve Mcqueen fazia qualquer um comer poeira com seu Mustang em Bullit. Muito antes de The Rock socar os incautos com sua tonelada de músculos, Michael Caine chutava traseiros só com a inteligência e o sorriso...Se Keanu Reeves precisa de óculos escuros e sobretudo para passar medo, Al Pacino enfrenta toda uma corporação em nome da honestidade policial, só com uma roupa hippie. Se Wesley Snipes não enxerga seu reflexo, Robert de Niro bota medo até no próprio espelho...



Mas, abro uma exceção. O único hoje que ainda consegue ser um bom ator de gênero é Jason Stathan. O cabra veio lá da Inglaterra para assustar os Yankees. E já coleciona vários exemplares divertidos, que vão desde o Nonsense Total até bons filmes de assalto. É ranhento e fodão na medida certa, sem exagero e metrossexualismo. Afinal, filmes de Gênero não são para qualquer um...






Em tempo: Quem não entendeu as comparações pode pesquisar os filmes relacionados. Não vão se arrepender...

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Superman psicodélico

Um site japonês, especializado na obra de Tim Burton, divulgou um teste de figurino do ator Nicolas Cage como o Superman. Para quem não sabe, essa parceria quase se consuma em meados da década de 90. Depois de ver essa "coisa", agradeço aos céus por esse filme não ter se tornado realidade. Só assim eu ainda posso me considerar fã incondicional do diretor.

Clássico Trash

A junção de um clássico do terror com uma clássica banda punk. Não tem como dar errado...

Ramones - Pet Sematary

A volta dos mortos...que deviam continuar mortos


Depois que Led Zeppelin, Queen e até a Legião Urbana começaram a esmurrar a tampa de seus caixões, achei que já tava tudo avacalhado mesmo. Até o A-Ha (acho "Take On Me" um dos clipes mais divertidos que já vi) queria dar uma de zumbi.

Mas definitivamente, eu não estava preparado pra isso...


Quem tiver sangue-frio suficiente, clique e veja.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Oscar para o grande mestre do cinema B



Muitas vezes tratado com desdém e preconceito, o cinema de horror sempre contribuiu para manter a indústria do cinema sadia, tanto criativamente, quanto financeiramente. De tempos em tempos, grandes sucessos de bilheteria e aqueles que levam a garotada para o cinema, são aqueles filmes banhados em sangue, mas que por trás, escondem o reflexo de uma sociedade, que cada vez mais necessita de uma catarse para os problemas do dia a dia, mesmo que esse escapismo seja com a morte falsa na grande tela.

Desde Nosferatu e Freaks, o fascínio pelo medo sempre despertou o talento de grandes diretores. Assim como atraiu idiotas que só sujaram o gênero junto ao grande público (nem preciso citar Uwe Boll). Mas, se o Brasil ainda não sabe fazer um bom filme de horror (à exceção do mestre Mojica), outros países já têm bons e ruins exemplares há tempos, como a Itália, o Japão e até a Coréia. Hoje, temos bons exemplares sanguinolentos em países tão díspares quanto Inglaterra, Romênia ou Índia.

Não vou me alongar neste post detalhando obras e diretores, até porque não caberia em tão pouco espaço. Vou comentar apenas a notícia que me trouxe aqui, que é o Oscar Honorário que será dado, em 2010 ao grande produtor Roger Corman.



A estatueta finalmente vai para um mestre do cinema trash e Hollywood se rende à importância do cinema de baixo orçamento para à máquina cinematográfica. Apesar de deslizes recentes (como a versão trash de Quarteto Fantástico tratado aqui mesmo no blog. http://radartrash.blogspot.com/2009/06/um-quarteto-nada-fantastico.html)
Param quem não conhece, saiba que este senhorzinho de 83 é produtor e diretor veterano de Hollywood, conhecido como "O Rei dos Filmes B", já dirigiu cinqüenta filmes (!), como A Pequena Loja dos Horrores e O Corvo (eternizado por Vicent Price) e produziu mais de 350 longa-metragens (!!!!). O melhor de tudo é que continua em plena atividade.

Foi este incansável senhor, sempre à margem da grande industria, que revelou grandes diretores Francis Ford Coppola, Martin Scorsese, James Cameron, e Ron Howard. O site Boca do Inferno, por exemplo traz um bom resumo da sua vida e obra: http://www.bocadoinferno.com/romepeige/artigos/roger.html.
Por isso, eu repito a mesma frase que pensei quando vi Scorsese subir para receber o seu Oscar: “Vai lá mestre. Pegue o seu prêmio. Você merece!”...

Trailer de O Corvo:

Zona Youtúbica

10 Coisas que você não pode fazer no Cinema (Sensacional):

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Um ET, o Gollum ou só um bichinho esquisito?


Uma estranha criatura intriga a população de uma cidade do Panamá. Morto por quatro adolescentes em um lago de Cerro Azul, o ser não identificado é apontado como extraterrestre, mas pode ser apenas um animal ainda não catalogado pelos biólogos ou com problemas de formação.
Segundo jornais panamenhos, quatro adolescentes entre 14 e 16 anos estavam em torno do lago, no sábado (12), quando viram uma criatura bizarra saindo de uma gruta. Assustados com sua aparência e com medo de serem atacados, os jovens atiraram pedras até matá-la e a jogaram na água.
A notícia logo se espalhou pela cidade. Retirada do lago, a criatura foi apontada como um ET por moradores da região e pela imprensa local. Outros a descreveram como o personagem "Gollum", da trilogia "O senhor dos anéis".
Ouvido pela rede de jornalismo Telemetro, o especialista em vida silvestre do órgão nacional de meio ambiente Melquiades Ramos disse que o caso está sendo investigado e que as características da criatura são "muito peculiares".
Nesta terça-feira (15), foi encontrado no local um animal sem cabeça, que seria um bicho-preguiça. Ainda não se sabe se há alguma relação com o caso do ser encontrado no fim de semana. (G1)

terça-feira, 15 de setembro de 2009

O Chuck Norris do Twitter

Esta postagem é resultado de um brainstorm de mentes perturbadas que numa tarde de vagabundagem alinhavaram uma série de “verdades” acerca de minha pessoa e a forma como eu uso o twitter. O #PedroxFacts surgiu das cabeças atormentadas de @andersonjor, @filipefaraon, @gvianabiomed, @lorodadoca, @bina_jares, @fabionovoa, @terezajardim, @Mcururu, @Frau_Carol, @darwich, @Renan__ e outros tantos. O pior é que ficou muito engraçado. Espia:

80 #PedroxFacts:

O Paulinho da Viola me seguindo no Twitter. É sério mesmo ou um truque do @pedrox?

E não esqueça: não discutam com @pedrox sobre Twitter. Vocês perderão.

A vida imita a arte. Mas ninguém imita o @pedrox.

@pedrox consegue ver a Matrix com apenas 140 caracteres.

Nunca duvide de @pedrox no Twitter. Faz mal à saúde.

@pedrox já provocou orgasmos múltiplos em 13 virgens com 140 caracteres.

@pedrox consegue acessar a internet usando apenas um Atari, uma tampa de caneta e um rádio de pilhas.

O @pedrox cantou o hino nacional na sua colação em 140 caracteres, melhor que a Vanusa.

@pedrox é o único que com uma twittada faz o discurso de colação de grau.

O som de @pedrox não tem graves. Só tem twitters (ui).

@OCriador saiba que @pedrox um dia vai lhe desafiar.

@pedrox não faz cocô, passa um “direct messages”.

@pedrox é o chuck norris do twitter.

@pedrox tuíta de telefone fixo.

Ao sair de casa de manhã, ao invés de dizer, “até mais, já vou trabalhar”, @pedrox manda a mensagem por Direct Message.

O Agente Smith tentou invadir o sistema do Twitter e o @pedrox estava on-line. Ele se arrependeu tarde demais…

Os óculos de @pedrox são dois notebooks que lhe permitem tuitar com simples piscadelas.

@pedrox escolhe todos os dias o que vai entrar nos #TrendingTopics.

@pedrox é a versão online de São Pedro.

Não importa se a cura do câncer for descoberta hoje. 14 de Setembro será lembrado na História como o dia de @pedrox.

@pedrox seduziu 987 mulheres ao mesmo tempo com apenas 128 caracteres. No que sobrou ele lançou o bordão #beijomeliga.

Não tem a tecla Ctrl no teclado do @pedrox. ele está sempre no controle.

Kurt Cobain se matou depois de levar unfollow de @pedrox.

Nos seus tempos de Ceasa/PA, o @pedrox conseguiu tuitar através de um aparelho feito de hortaliças criado por ele mesmo

Se você tem 2000 followers e o @pedrox tem 2000 followers, ele tem mais followers que você.

Não é à toa que a foto do @pedrox no twitter parece com a imagem da N. S. Nazaré no cartaz do Círio.

@pedrox tuíta por telepatia.

Foi @pedrox quem doou o rim para Steve Jobs. e Já prometeu o pulmão para Bill Gates…

O cartório não aceitou o nome de batismo de @pedrox. Motivo: excedia 140 caracteres.

Ao assoviar, @pedrox emite um “tweet” ouvido imediatamente por todos seus seguidores. Onde quer que ele esteja.

No Twitter de @pedrox não está escrito “profile” e sim, “God”.

@pedrox já sabia antes do ataque de 11 de setembro em NY. Só não avisou antes pq a informação não cabia em 140 caracteres.

O @OCriador e um fake do @pedrox.

Uma das 370.000 regras catalogadas de @pedrox sobre o Twitter é não usar seu nome em vão. A não ser que seja pra um #PedroxFacts.

Quando o twitter tá baleiando é porque o @pedrox não logou!

Os perfis @marcelotas, @rosana, @barackobama, @twittess, @vitorfasano e @xuxameneghel são mantidos por @pedrox.

@pedrox tem um roteiro para a continuação do Senhor do Anéis… em 140 caracteres.

Há um easter egg de @pedrox no twitter. Só o criador que conhece.

Quando se digita Twitter no Google, o site pergunta: “você quis dizer @pedrox“?

@pedrox anuncia que lançará livro… com 140 caracteres!

Existem 468937 mil fakes de @pedrox no Twitter.

Com 140 caracteres @pedrox atrai 140 seguidores a cada 140 segundos nos últimos 140 dias.

@pedrox foi o único que deu Unfollow em Chuck Norris sem levar roundhouse kick.

@pedrox possui uma equipe de 315 pessoas que mantém seu Twitter atualizado 24 horas por dia. Todos seguidores voluntários.

O Twitter é azul claro porque o @pedrox torce pelo Paysandu.

@pedrox é o único no mundo que pode desencadear a 3 guerra só com 140 caracteres.

@pedrox escreveu um discurso do Fidel Castro em 140 caracteres. Ele não reclamou…

O Senado brasileiro desistiu das restrições ao Twitter quando não conseguiu entrar em acordo com o @pedrox.

Dizem que se você soletrar Twitter de trás pra frente, gravar em um K7, e dar o play em slow motion, vc conseguirá ouvir @pedrox.

De acordo com uma pesquisa, 61% dos usuários do Twitter no Brasil é composta por solteiros, na faixa de 21 a 30 anos, seguidores do @pedrox.

Em javanês @pedrox é o mesmo que Twitter.

Os dicionários colocarão em suas novas edições @pedrox e Twitter como sinônimos…

A Xuxa plajena sua volta triunfante ao Twitter, depois de fazer um curso intensivo de boas maneiras com o @pedrox.

@pedrox já recusou figurar em primeiro lugar no Trending Topics. Duas vezes.

@pedrox já tuitou durante o hino nacional.

No vestibular, @pedrox passou em todas as provas com dez usando apenas os 140 caracteres.

@pedrox tá querendo institucionalizar o #pedroxtuesday, dia de tuitar os #pedroxfacts

@pedrox já deu unfollow em @ChuckNorris. E continua vivo, sendo seguido humildemente por @ChuckNorris.

A primeira pessoa que o @aplusk seguiu foi @pedrox.

Um estudo da Universidade de Harvard concluiu que apenas 10% dos usuários produzem 90% do conteúdo do Twitter. Desse, 88% é sobre o @Pedrox

@pedrox projetou o Twiter antes de 1995. Só não pôs em prática, porque a Web ainda não era 2.0.

@pedrox é o Neo do twitter.

@pedrox é atormentado por estranhos pesadelos onde encontra-se conectado por cabos e contra sua vontade, em um imenso sistema.

Quando o Twiiter acabar, será @pedrox que escreverá “Vida e morte de um microblog – A biografia autorizada do Twitter”.

O TCC de @pedrox teve 140 caracteres, NOTA MÁXIMA.

@pedrox nao tuita. O Twitter pedroxeia.

Getulio vargas se matou depois de um unfollow de @pedrox.

@pedrox já venceu uma discussão com o Chuck Norris pelo Twitter.

@pedrox tem como seguidores Jeová, Alá, Jesus, o Diabo e Jim Jones.

Quando @pedrox nasceu, chorou em 140 caracteres.

@pedrox como já disseram é o novo “Lucas celebridade”.

O @pedrox tem catalogado mais de 370 mil dicas para o Twitter. Isso porque usa apenas 10% de seu cérebro.

@pedrox previu as previsões da mãe Dinah via twitter.

@pedrox é o único que merece falar com a Xuxa e seu anjo.

@pedrox já deu 1.527 entrevistas sobre Twitter. Em 9 idiomas.

@pedrox não tem mais de mil fiéis, tem mais de mil discipulos.

@pedrox já tuitou de dentro do seu próprio sonho. Sem usar nenhum aparelho.

@pedrox não tem mais de mil seguidores. Tem mais de mil fiéis.

@pedrox é o Professor Pasquale do Twittês.

@pedrox está preparando seu projeto de mestrado sobre redes sociais virtuais. Ela terá apenas 140 caracteres.

Via: @pedrox, lógico.

domingo, 13 de setembro de 2009

Manual do Maneco

Depois dos clichês Glória Perez e com novela nova vindo por aí, resolvemos listar alguns clichês daquele que é considerado o noveleiro dos suburbanos e emergentes: Manoel Carlos, ou “Maneco” para os íntimos.

Clichês Manoel Carlos:

- “Helena é uma mulher independente e bem-sucedida, mas que guarda um grande segredo do passado”...

- Não importa se a cara dele já está pior que um maracujá de gaveta, José Mayer sempre será um garanhão charmoso e conquistador...

- O Leblon é um pequeno país incrustado na costa do Rio de Janeiro.

- Pelo menos uma personagem é uma mulher de meia idade amargurada e solitária...


Típica vilã amargurada e quarentona...


- Merchandising Social é rico ajudando um pobre, sempre com discursos ufanistas e esperançosos.

- Jovens são rebeldes. Desrespeitar os pais e se vestir como emos são características de sua complexa personalidade.

- Sempre haverá negros marginais e brancos se metendo com esses. É batata.


Inda House, Motherfucker

- Empregadas são companheiras e bem humoradas. Ninguém reclama por ser explorada ou ganhar pouco.


Empregadas nas novelas...

- Passear pela Europa é um programa que todo brasileiro deveria experimentar.

- Todos os médicos são charmosos e boa praça. Afinal, Medicina é profissão de emergente, assim como Modelo e empresário de sucesso, né não?.


Médicos da novela das oito...

- A Música brasileira se resume à Bossa Nova, com muitos violões e pianos...

- A violência sempre afetará a vida de todos para sempre... Tiroteios, assaltos ou seqüestro... Os ricos são vítimas da insegurança crescente...

- Os ricos sempre tomam café em família, com uma mesa mais sortida que a feira da Ceasa, tomam uísque para desestressar do trabalho e não tem lazer...

- Não existem títulos que não tenham "Vida" ou "Amor".

- Mulheres feias não frequentam o Leblon...


Mulheres assim não existem no Leblon..

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

“O Bretch dos Vampiros"

Mostra Jean Rollin



Cena de "Lábios de sangue" (1975)

O Cine Líbero Luxardo e APJCC (Associação Paraense de Jovens Críticos de Cinema) exibem nas Sessões Malditas do mês de Setembro a Mostra Jean Rollin - "O Bretch dos Vampiros". Os títulos "Lábios de Sangue" e "A prometida de Drácuka" serão exibidos em DVD e com legenda em português.
A mostra conta com a colaboração do crítico Adolfo Gomes e do grupo “Fellinianos”, como comemoração aos dois anos de atividades deste grupo.

SERVIÇO

Mostra Jean Rollin - "O Bretch dos Vampiros"

Sábados – 12 e 26/09 - a partir das 21:30
Entrada Franca

Programação: APJCC - Associação Paraense de Jovens Críticos de Cinema

Sábado 12/09


Lábios de sangue, de Jean Rollin (FRA, 1975)
Título Original: Lèvres de sang. Direção: Jean Rollin. País/Ano: França, 1975. Gênero:Terror. Elenco: Jean-Loup Philippe, Annie Belle, Natalie Perrey, Willy Braque, Paul Bisciglia. Cor: Colorido. Duração: 88 minutos. Classificação: 16 anos

Sinopse: Desde que seu pai morreu, Frederick tem dificuldades em lembrar-se de sua infância. Até que a imagem de um castelo desperta estranhas recordações de um passado obscuro. A partir daí, há uma busca incessante de Frederick para reconstruir esse passado. Considerado um dos filmes mais líricos de Jean Rollin.


Sábado 26/09



A Prometida de Drácula, de Jean Rollin (FRA, 2002)

Título Original: La fiancée de Dracula. Direção: Jean Rollin. País/Ano: França, 2002. Gênero: Terror. Elenco: Cyrille Iste, Jacques Orth, Thomas Smith e Sandrine Thoquet . Cor: Colorido. Duração: 91 minutos. Classificação: 16 anos

Sinopse: Penúltimo filme dirigido por Jean Rollin, mostra a busca de um professor pelos descendentes de Drácula. Uma pista acaba levando-o a uma mansão cheia de estranhas freiras, conhecidas como a "Ordem das Virgens Brancas".

CINE LÍBERO LUXARDO - Fundação Tancredo Neves - Centur
Endereço: Av. Gentil Bitencourt, 650, Térreo (esquina com Rui Barbosa)
Informações: tel (91)32024321
E-mail: cll@fcptn.pa.gov.br ou cinelibero@gmail.com
Blog: http://cineliberoluxardo.blogspot.com/

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

O maior dos sacrilégios

Era o que faltava. Que Hollywood passa por uma interminável crise criativa todo mundo sabe, mas acho que agora chegou de vez ao fundo do poço. Refilmar a obra-prima do trash, "Plano 9 do Espaço Sideral", é a pior das heresias, conseguindo bater até mesmo o absurdo que foi "Psicose" do Gus Van Sant. Dá pra imaginar a cena: Ed Wood se revirando no túmulo, doido para retornar à vida como um zumbi para impedir que cometam esse remake.
A nova bagaça vai ter o roteiro atualizado por John Johnson, que também ficará responsável pela direção. Um teaser já foi lançado para divulgar a produção, mas as filmagens só devem começar mesmo no próximo ano. Abaixo, confiram como deve ser essa sandice e cenas do original. Ah, e vocês vão dizer: "mas o teaser tá legal, bem feitinho!". Mas é exatamente esse o problema. Parece ser um filme bacaninha de zumbis, só não tem porque atrelar ao clássico de Wood. Dá outro nome e bola pra frente. Só não pode faturar em cima do cara.



terça-feira, 8 de setembro de 2009

Humor Papa-Chibé

Se você acha que só os blogueiros de outros estados que fazem humor na internet, está redondamente enganado... Pois saiba que aqui, em Belém do Pará, começa a surgir um movimento que irá mudar a arte de fazer rir no Brasil. Uma revolução se aproxima da blogosfera, pois eles estão chegando. As Meninas Superpoderosas? As Panteras?. Não. É a nova tríade do humor paraense. Conheça:

Bêbado Gonzo:

Se é fruto do carisma ou do mau humor do seu dono, ou se o grande número de acessos é causado pela série de postagem de Twitter, que enchem o saco, não sabemos... o importante é que as suas tiradas provocaram ódios e amores, paixões e lágrimas... Pois com Gonzo é assim, ame-o ou deixe-o. Para quem não conhece, Anderson Araújo é jornalista. Sem escrúpulos e sem-vergonha, sabe se lá como consegue manter dois empregos...Desbravador do bairro da Pedreira, conhece todos os meandros da arte de odiar indies, bregueiros e alternativos em geral. No futuro, deve se mudar para Nova Esperança do Piriá e viver sozinho, no meio da floresta, em meio às onças e estrelas, caçando mucuras com lanças artesanais...

http://bebadogonzo.blogspot.com/

Quando a Barata Voa:

Paulo Nazareno é um jornalista que acordou um dia e se viu em meio à uma crise braba de identidade. Pensou: “já que não ganho dinheiro mesmo, vou fazer algo útil na internet, que dá no mesmo”... Desenhista de mão cheia e especialista em filmes com mais de 100 mortes, é capaz de tiradas rápidas e engraçadas, apesar da cara de açougueiro que vira serial killer nas madrugadas...hehehehe

http://quandoabaratavoa.blogspot.com/

Loro da Doca:

Deixo vocês com o perfil dele no blog: “Tenho 28 anos, sou (De)Formado em história e atualmente curso Ciência da Computação. Nascido e criado na Doca (daí o apelido), muito antes dessa parte da cidade ser dominada por playboys e emergentes. Esse blog não é sério, faz parte de um projeto cujo principal objetivo é avacalhar com o mundo todo partindo do próprio avacalhador, então se quer seriedade, senso de humor politicamente correto, notícias de celebridades ou assistir powerpoints rídiculos motivacionais, você veio ao lugar errado. Esse blog é o lugar onde a sociedade se defronta com seus piores subprodutos”.

http://www.lorotasdadoca.blogspot.com/

PS: Sim, este post é apenas para conseguir publicidade de graça nos blogs deles... Aguardo retorno...

Street Fighter Aleluia

Ele é mau, ele é de Deus e tome cuidado, que se você não for de Cristo, pode tomar um pilão ou uma giratória, e aí, lascou-se... Diretamente dos fliperamas, ele é o: Pastor Zangief!!!!!!!.




Pra quem não entendeu:



Dica de Rafael Guedes via Twitter.(@rafayeah)

Homem-Aranha tosco por R$280

Enquanto o musical do Homem-Aranha na Broadway não sai, o Brasil vai receber uma adaptação teatral do personagem em outubro: "Homem-Aranha: Ação e Aventura".


Com patrocínio da Marvel e tudo, o espetáculo vai passar apenas por RJ e SP (novidade), com os ingressos variando entre R$60 e R$280!

Olhando os "efeitos" especiais, será que se trata mesmo de uma superprodução?

Ok, se eu fosse criança, nem ia reparar nos tentáculos toscos do Octopus...

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Isso que era TV de qualidade


Quem tem mais de 20 anos, com certeza parou nas tardes da Bandeirantes para assistir a sessão de filmes mais legal da TV, em uma época que não havia o puritanismo televisivo que proibiu determinados programas durante o dia....

Sim, caros e caras, Zé do Caixão, o nosso carismático José Mojica, apresentava, todos os dias, às 15h, o Cine Trash. Poucas vezes vimos tantos clássicos do cinema Gore apresentados em uma mesma grade de uma emissora de televisão aberta.

Foi alí em frente à telinha que muitos adolescentes ficaram fascinados com clássicos como "A Hora dos Mortos Vivos", "O Cérebro", "Ghoules", "A Noite dos Mortos Vivos, "The Evil Dead"," e "Fome Animal". Sim, amigos, acompanhamos nas tardes da tv, as primeiras obras de Sam Raimi, Peter Jackson e Dan O Bannon.

O Cine Trash durou apenas um ano, em 1996, mas ficou marcado no imaginário cinéfilo do Brasil, tanto que até hoje encontramos homenagens no Youtube, blogs e temos até uma comunidade no Orkut denominada: Queremos o Cine Trash de Volta!. http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=1154325

Infelizmente, hoje temos que nos contentar com os filmes de cachorro da Globo e Record e programas de comportamento nas outras emissoras. Já não fazem mais passatempos televisivos para os jovens como antigamente...

A abertura do programa:



quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Quem precisa de Twitter?


Na internet, não se fala em outra coisa: Quem não twita, se trumbica. Todo mundo precisa de um Twitter (ainda bem que a Xuxa já não pensa assim).

Pra falar a verdade, eu não tenho um e ainda não vi necessidade para tal. Quando encontro coisas na web que quero compartilhar, o Radar Trash é mais do que suficiente. Mas tem gente que resolveu ir além, criando um "anti-Twitter": o Woofer!

Nada de limite de 140 caracteres! no Woofer você deve postar, no mínimo, 1400 caracteres. Os criadores do cachorro que põe o passarinho pra correr não são nada bestas: O usuário também pode postar no Woofer com o seu login do Twitter. Tudo pela praticidade.

Segundo a Folha de SP, o Woofer foi desenvolvido por uma pequena empresa norte-americana, especializada em desenvolver projetos on-line que ajudam o internauta a repensar seus hábitos na internet.

terça-feira, 1 de setembro de 2009

O Caminho das Índias


Essa foi publicada originalmente no Twitter e resolvi replicar aqui. O próximo será sbre clichês em filmes de terror:

Clichês Glória Perez:

Quem assiste a uma novela desta autora, já assistiu todas. A fórmula sempre se repete e a falta de criatividade é gritante. Por isso, separei alguns clichês que se repetem sempre nos folhetins das Oito dela. Confira:

Sempre haverá uma mulher que casa com um escondendo que tem filho de outro...

Todo pobre tem a cara da Neuza Borges e mora em uma rua alegre e colorida.

Viajar entre continentes é barato e rápido. A Índia fica logo ali. Os aviões são movidos à energia nuclear.

Velhos são rabugentos ou liberais demais. Aquela sua vó simpática e comportada não existe...

Os personagens são muito espertos ou muito burros, principalmente as mulheres.

Estrangeiros são galãs e estrangeiras são gostosas.



Não importa se você é mulçumano, indiano ou asteca. Personagens de outros países sempre dançarão a cada cinco minutos.

Bordões são feitos para serem repetidos a cada cinco minutos. Afinal, todo indiano diz “Are Baba”, “Lamparinas do seu Juízo”, “TIc”, e “Babadi” em cada frase, não?

domingo, 30 de agosto de 2009

O assassinato do grunge

Numa dessas madrugadas insones pensei: será que existe algum registro em vídeo de Nirvana e Pearl Jam tocando "My Sharona" juntos?

Resolvi dar uma fuçada na web e...encontrei uma das piores - oxalá a pior - atrocidades musicais contra os cabeludos de Seattle:

Prepara o táxi que vou pra Paris agora!

Visto por mais de 80 mil pessoas no YouTube e com inúmeras comunidades no Orkut, o embate entre a cruel Leona e a Aleijada Hipócrita é antológico. Além da frase do título, que já entra pra galeria das maiores do cinema (no início da parte 2). Podem preparar as risadas e "vão se aquietando por aí".







sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Mario Kart, o filme

Se um dia fizerem uma adaptação de Mario Kart para o cinema, ela deveria ser assim:


Apesar de que o humorista francês Remi Gaillard já encarnou o próprio Mario num kart pelas ruas de Paris...e por pouco não foi preso.





quarta-feira, 26 de agosto de 2009

O trash dentro do trash



Isso eu não podia deixar de comentar. Xuxa não está mais entre nós!

Antes que comece a festa, ela na verdade cometeu um tweeticídio, digamos assim. O motivo? chacota ininterrupta de internautas, devido os constantes erros de português.

Mas antes de ter tomado essa medida desesperada, pra tentar tirar a bronca, quem poderá ajudar? Sasha!


Pronto! A "sena" de Sasha mais atrapalhou do que ajudou. Pra tentar se desculpar, Xuxa se saiu com essa: "minha filha foi alfabetizada em inglês". Não adiantou nada. Depois de mais algumas centenas de tweets de terceiros, questionando a capacidade de ambas no entendimento do idioma pátrio (como seriam as duas no "Soletrando?"), eis que vem o adeus:


Momento singular. Acostumada com o reinado na televisão, onde qualquer reação de fã é mais do que controlada, Xuxa se viu completamente despreparada para enfrentar um meio onde a interatividade é o carro-chefe. Ainda vão escrever teses sobre essa história.

Mas ainda não acabou! Indignado com o ocorrido, um fã posta no You Tube um vídeo de apoio a Xuxa.


O vídeo eu não comento...

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Videoclip é arte

Em tempos de Stefhany, é cada vez mais raro ver videoclips realmente criativos. Mas tem uma banda que resolveu misturar Nintendo 8 bits, Atari, Lego, stopmotion e música eletrônica em um único vídeo. O resultado é esse:


A idéia é da banda sueca Rymdreglage (heim?), feita para a música "8-bit Trip". Para concluir o clip, foram necessárias 1500 horas!

sábado, 22 de agosto de 2009

Dá Raduqui Ryu!!!!

Melhor narração de Street Fighter da História:


Zona Youtúbica

E você pensava que já conhecia o Brasil, hein?. Tsc...



E ai, Tyra? Vai conhecer o nosso "Peix"

Uma pitada de erotismo

Lá pelo início da década de 90, o SBT costumava passar tarde da noite uma sessão de cinema com os filmes mais toscos possíveis. Moleque, sem nada pra fazer no dia seguinte, fingia que estava dormindo para ninguém perturbar e ligava a TV bem na hora. A seleção passava por aquele terror bem trash até as pornochanchadas brasileiras. Aí já viu, né? Audiência garantida.
Lembrei desse fato após folhear a revista SET desse mês, que trouxe uma reportagem sobre a “falta de sacanagem” no cinema nacional. A imagem que ilustrava a página era de um dos filmes mais reprisados na tal sessão: “Histórias que nossas babás não contavam”. Apesar do texto não trazer mais do que duas linhas sobre essa produção dos anos 70, minha cabeça viajou, só recordando das cenas divertidíssimas da sátira erótica do clássico dos irmãos Grimm, “Branca de Neve”, que na versão brasileira, virou uma morena espetacular, chamada Clara das Neves.
Na história, o príncipe tem um caso com a rainha e, quando o rei morre, ela sugere uma união. O príncipe aceita, mas pede a mão da princesa, pois só pode se casar com uma donzela, com manda a tradição. A rainha fica furiosa e manda um temível caçador de veados, interpretado por Costinha (hilário como sempre), executá-la duas vezes, para acabar com sua reputação e com sua vida. Mas o caçador, bonzinho que só ele, só cumpriu uma parte do trato e a deixou livre para ir “viver” com os sete anões.
Ah, eu disse “sete anões”? Desculpem, quis dizer seis, pois o Zangado não era muito chegado, ao contrário, era ele quem satisfazia os instintos da trupe. E haja competição entre ele e Clara das Neves pela atenção dos pequenos, encantados por finalmente conhecer uma mulher de verdade. As situações eram as mais engraçadas possíveis, com os anões tentando de tudo pra tirar uma lasquinha. Até que um sorteio resolveu a parada e o Dunga garantiu o direito de mostrar a ela que tamanho não é documento.
A trilha sonora também era excelente e algumas das músicas não saíam da cabeça por vários dias. A da abertura já dava o tom da palhaçada: “Se você já desconfiava / Das histórias que as babás contavam / Tinha toda razão / Existe uma outra versão / Como João e Maria / Que faziam bacanal / E a Chapeuzinho Vermelho / Que dava muito pro Lobo Mau”, por aí vai. Outra legal era no desfecho, nada convencional obviamente: “A história da maça é fantasia / Maça igual aquela o papai também comia”. Nota dez (confira abaixo o vídeo da abertura do filme, a música é mais extensa, pois não me lembrava do resto).
Para finalizar, uma consideração: o pessoal da SET acertou em cheio. Filmes assim fazem falta. Não se trata de pornografia ou apelação. Erotismo, sensualidade, picardia, são elementos que estão enraizados na nossa cultura e o cinema sempre mostrou isso. Odeio essa onda moralista, politicamente correta, que inundou o país de uns tempos pra cá. E é um movimento falso, fica só nas palavras, o que dá mais raiva ainda. Ainda bem que temos gente como Hugo Carvana e José Mojica Marins, que conseguem dar uma escapulida e, de vez em quando, nos brindam com ótimos filmes. Já é um alívio. (Texto publicado na coluna Universo Pop desta sexta-feira, dia 21, no caderno Por Aí, do Diário do Pará)